HUNTJE HOLSTEIN RED RIVER O MELHOR CLASSIFICADO NO TESTE A DESCENDENCIA

Huntje Holstein Red River o melhor classificado no teste à descendência

O melhor encontra-se nos estábulos da criação de gado orientada para a prática!

O touro melhor classificado no teste às filhas no segmento da raça vermelha e branca é o recém chegado Huntje Holstein Red River. O filho do Riverboy e de uma mãe Fraiko demonstra a transmissão da sua produtividade leiteira com teores neutrais. O exterior das suas filhas é muito bom e os resultados irão certamente melhorar. As filhas têm úberes bem implantados com os membros ligeiramente arqueados e com boa locomoção. As filhas do Red River têm bons resultados parafertilidade(105) e para células somáticas (110). Isto indica que são animais muito saudáveis e sem problemas. Levando em conta a ascendência única desta família Anemoonlijn tudo faz com que seja um touro a não perder.

O DG RH Alphaman conseguiu melhorar mais ainda na edição deste índex. Este filho do Aikman melhorou na produção com teores do leite positivos. As filhas não são demasiado grandes mas têm muito volume no peito e na parte média. A fixação dos úberes é óptima e os tetos longos são uma nota positiva. Na área das características secundárias tem resultados muito bons em células somáticas (109), fertilidade (104) e como cereja no topo do bolo é também um touro com facilidade de parto.

O touro D’n Driehoek Red Devil Pp  manteve-se bem nesta edição do índex , para além de boa produtividade leiteira este filho do Timeless distinguiu-se em certas características importantes. Transmite óptimas garupas às suas filhas assim como úberes de muito bom nível e na área das características secundárias é excelente na saúde dos cascos.

O Grashoek Conqueror P revela um padrão de transmissão de características que se pode descrever como potencial isento de problemas. As filhas do Conqueror P têm muito boa produção com boas medidas na largura do corpo. Dispõem de úberes sólidos e deslocam-se facilmente pelos estábulos. Também nas características secundárias vê-se que tem resultados positivos para fertilidade, células somáticas e saúde de cascos.

Na raça preta e branca o nível elevado é estável

O VVH Boobytrap, o filho do Bookem mostra uma subida no seu índex. Este touro que transmite facilidade de parto mostra um bom índice de produção com teores positivos. As suas novilhas são abaixo da média no respeita à altura o que é considerado positivo no mundo da criação de gado leiteiro onde muitas vacas são demasiado grandes. Além disso são acima da média no peito. A capacidade de transmissão para úberes e membros é de nível bom onde se distingue em sentido positivo o comprimento dos tetos de 112 num período em que os tetos na população são cada vez mais curtos.

O segundo filho do Bookem para o qual chamamos a atenção é o touro Hoekland Bono. As filhas do Bono caracterizam-se pela sua juventude como novilhas que durante a lactação se desenvolvem muito bem. Tanto na área de transmissão de úberes como de membros o Bono tem tudo para melhorar. Este touro com facilidade de parto tem também bons resultados nas características secundárias.

Claro que não nos podemos esquecer do Supershot.  Um touro que já há anos se mantém no topo das classificações a nível mundial e que combina uma enorme produção leiteira com uma grande fertilidade. Uma vantagem suplementar é que as suas filhas são dotadas de persistência nas empresas onde ele foi utilizado.

O touro  Big Malki desenvolve-se ao longo dos anos como o touro que está na origem de vacas leiteiras super que cada ano são melhores. É de salientar que o Malki com uma ascendência relativamente velha continua no topo na área do exterior. Nós somos a organização de I.A. que de preferencialmente pretende ver os resultados na prática o que é o caso no que respeita ao Big Malki. Se se pensar que o número de vacas com classificação excelente desde o período de teste é de 9 pode-se considerar que o futuro é promissor.

ir ao quadro geral